"Intervenções de enfermagem culturalmente congruentes em imigrantes"

Autor(es):

Ana Brito, Bruno Vicente, Alcinda Reis, José Amendoeira

Publicação:
Revista da Unidade de Investigação do Instituto Politécnico de Santarém, 3 (5), 2015

Resumo:
Atualmente, a Enfermagem depara-se cada vez mais com desafios numa sociedade globalizada. A migração de pessoas traz uma riqueza cultural aos países que promove nos enfermeiros a necessidade de se capacitarem no sentido de realizarem intervenções de enfermagem culturalmente congruentes. O objetivo do artigo é caraterizar a evidência científica obtida sobre o processo de comunicação nas intervenções de enfermagem com imigrantes em cuidados de saúde primários. Foi utilizada a Revisão Sistemática da Literatura como metodologia para a clarificação do fenómeno em estudo, tendo sido formulada a seguinte questão em formato PICo: Como se caracteriza o processo de comunicação que os enfermeiros estabelecem com imigrantes nas intervenções de enfermagem em cuidados de saúde primários? Procedeu-se à pesquisa nas bases de dados CINAHL Plus; Medline e Medical Latina e na PubMed e Proquest. As evidências apuradas contribuíram para a identificação de uma estratégia facilitadora do processo de comunicação dos enfermeiros com os imigrantes em cuidados de saúde primários: a mobilização de promotores de saúde com a mesma origem cultural das pessoas cuidadas. Conclui-se que a identificação de pessoas que possam ser promotoras de saúde na comunidade imigrante contribui para intervenções culturalmente congruentes.

Este artigo encontra-se aqui em acesso livre.