5. Novas publicações e linhas editoriais do OM para 2017

Imagem em Destaque
5. Novas publicações e linhas editoriais do OM para 2017

Para 2017 estão previstos novos volumes nas principais linhas editoriais do Observatório das Migrações.

 

A Coleção Imigração em Números será reforçada com o novo Relatório Estatístico Anual de 2017 dos Indicadores de Integração de Imigrantes e ganhará novas linhas editoriais com a edição de Cadernos Estatísticos Temáticos, sendo o primeiro dedicado ao tema do acesso à nacionalidade portuguesa, e Boletins Estatísticos.

 

Na Coleção de Estudos serão publicados os restantes quatro estudos que obtiveram cofinanciamento FEINPT na investigação - O impacto da crise económica sobre as condições de vida e dinâmicas de inserção laboral dos imigrantes em Portugal (Alina Esteves, coord.); Inserção laboral de imigrantes e portugueses de origem estrangeira: uma aproximação às práticas de discriminação no mercado de trabalho (Pedro Góis, José Carlos Marques e Carla Valadas); Inclusão e sucesso académico de crianças e jovens imigrantes: o papel das dinâmicas de aculturação (Rita Guerra e Ricardo Rodrigues); e Evolução e perfis dos divórcios em casais binacionais em Portugal (1988-2013) (Sofia Gaspar, coord.).

 

A Revista Migrações será reforçada com o lançamento do número temático acerca de Planos Ação de Integração para Migrantes (volume 13), e preparado o Volume 14, para assinalar os 15 anos do Observatório com um número especial da Revista Migrações dedicado ao tema de evidence-based policy na vertente das políticas para imigrantes.

 

A Coleção Teses OM tem a partir deste mês de janeiro de 2017 também um novo edital para os interessados em candidatarem as suas dissertações de mestrado ou teses doutoramento a integrarem esta coleção no decurso deste ano. Os temas a concurso neste ano são: migrações e questões de género; gerações migratórias e descendentes de imigrantes; migrações e religiões; media e migrações; discriminação de base racial e étnica; cenários migratórios; políticas migratórias e de integração; migrações e necessidades do mercado de trabalho; empreendedorismo e investimento imigrante; e refugiados. Veja aqui o edital de 2017. Brevemente serão anunciados os resultados do edital de 2016 e as duas teses que integrarão a coleção de teses.

 

Será também brevemente aberto um aviso de convite para os interessados apresentarem propostas de novos estudos acerca da integração de imigrantes em Portugal ao abrigo do financiamento FAMI – Fundo de Asilo, Migrações e a Integração. Esteja atento aos avisos que serão anunciados aqui

 

Continue a acompanhar-nos!