Castro, Alexandra

Alexandra Castro tem um mestrado em Sociologia e desenvolveu o doutoramento em Antropologia Urbana, publicando em 2013 a tese “Na luta pelos bons lugares. Visibilidade social e controvérsias espaciais”.. É desde 2004 investigadora do Centro de Estudos Territoriais do ISCTE-IUL e posteriormente do Dinâmcia-CET.
Participou, entre outros, em projectos de investigação como os seguintes: “Ciganos e territórios: mobilidade e sedentarização no contexto urbano português”; “Estudo sobre qualidade de vida e expectativas da população residente em meio urbano e rural no concelho de Palmela”; “Património urbano, espaço público e protagonismo das cidades. As Metrópoles de Lisboa e Porto no dealbar do século XXI”, “Condição social, ambiente urbano e qualidade de vida. Observação prospetiva da cidade-metrópole de Lisboa”.


Algumas publicações
Castro, A. (2013). Na luta pelos bons lugares: ciganos, visibilidade social e controvérsias espaciais. Lisboa: ISCTE-IUL.

Castro, A. (2008). "A integração dos imigrantes de Leste em Portugal: contributos para a sua análise". Cidades, 17, pp. 63-86.

Castro, A. (2007). "Dos contextos locais à inviabilização política. Discussão em torno dos ciclos de exclusão habitacional dos ciganos em Portugal". Cidades, 15, pp. 63-86.

Castro, A. (2004). "Ciganos e itinerância: realidades concelhias e formas de hospitalidade". Cidades, 9, pp. 55-70.

Castro, A., Duarte, I., Afonso, J., Sousa M., Antunes, M. S. & Antunes, M. J. L. (2001). "Os ciganos vistos pelos outros: coexistência inter-étnica em espaços urbanos". Cidades, 2, pp. 73-84.

Castro, A. (1995). "Le relogement des Tsiganes au Portugal: un cas de redéfinition des identités". Études Tsiganes, 13, pp. 35-44.


Página institucional
http://cet.iscte.pt/CET_Investig.html


E-mail
castro.alexandra @ gmail.com