Destaques O.M.

Imagem em Destaque
Destaques O.M.

Chamadas para Comunicações e Painéis:

 

Chamada para Comunicações: “Línguas e Mobilidades/Mobilidades Linguísticas”

O Real Marina Hotel & Spa de Olhão acolhe no dia 18 de novembro de 2016 a 4ª mesa redonda interdisciplinar “Línguas e Mobilidades/Mobilidades Linguísticas”, organizada pela Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo da Universidade do Algarve em parceria com o Núcleo de Estudos sobre Humanidades, Migrações e Estudos para a Paz do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra. O evento tem como objetivo “explorar as ligações multifacetadas entre língua(s) e mobilidades”, adotando uma perspetiva inter- e multidisciplinar, com contributos da sociolinguística, análise de discurso, sociologia, antropologia, geografia, estudos (inter)culturais, ciências da educação, literatura e outros domínios de investigação. Os investigadores que pretendam participar no evento devem enviar os seus resumos de comunicação (máx. 300 palavras) para fperdig@ualg.pt e ktorking@ualg.pt até 15 de junho de 2016. Mais informações podem ser encontradas aqui.

 

Chamada para Painéis: “Afroeuropeans: Black Cultures and Identities in Europe”

A Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade de Tampere, na Finlândia, vai acolher de 6 a 8 de julho de 2017 a sexta conferência da rede de investigadores “Afroeuropeans: Black Cultures and Identities in Europe”. A temática em destaque nesta edição será “Diáspora Africana e Herança Cultural Europeia”, estando já confirmada a presença do orador convidado Paul Gilroy (King's College, Londres). Os organizadores recebem até dia 15 de setembro de 2016 propostas para painéis temáticos, que devem incluir dados de caracterização dos organizadores da sessão, um título e uma curta descrição da mesma (máx. 300 palavras). As sessões que forem aceites pelo comité científico serão publicadas no site da conferência a 1 de novembro de 2016, data em que abrirá o período de chamada para comunicações (com término previsto para 24 de fevereiro de 2017). Esta edição da conferência Afroeuropeans contará com uma componente cultural organizada em colaboração com o festival Fest Afrika e a Speaking Volumes Live Literature Productions. Mais informações podem ser encontradas aqui.

 

Chamada para comunicações: “Nurturing Solidarity in Diversity”

O consórcio inter-universitário “DieGem” e a rede de investigadores “Solidarity in diversity: Community, place-making and citizenship” promovem nos dias 23 e 24 de novembro de 2016 o colóquio “Nurturing Solidarity in Diversity”, que se realizará na Universidade de Antuérpia, Bélgica. Para os organizadores do evento, as contribuições para o colóquio deverão abordar, numa perspetiva académica, o desenvolvimento de ferramentas práticas e conceptuais que permitam fomentar a solidariedade em contextos de adversidade, tendo como pano de fundo as novas vagas migratórias que, nos últimos anos, têm elegido a Europa como destino. Entre os oradores convidados que já confirmaram a sua presença encontram-se Halleh Ghorashi (Univ. Livre de Amesterdão), Sharon Todd (Univ. de Maynooth), Jonathan Darling (Univ. de Manchester) e Roberto Gonzales (Harvard Graduate School of Education). Os interessados em participar devem enviar um resumo da sua proposta de comunicação (máx. 250 palavras) para Stijn Oosterlynck, Nick Schuermans e Thomas Swerts até ao dia 1 de julho. Mais informações podem ser encontradas aqui.

 

 

Chamadas para Artigos e outros Textos:

 

Chamada para textos: “Migration Processes and Artistic Practices in Wartime: From the twentieth century to the present”

No âmbito da sua linha de investigação “Arte numa Perspetiva Global”, o CIEBA – Centro de Investigação e de Estudos em Belas-Artes da Universidade de Lisboa abriu um período de chamada para textos destinados a um volume monográfico intitulado “Migration Processes and Artistic Practices in Wartime: From the twentieth century to the present”, e com publicação prevista para dezembro de 2016. Os autores interessados deverão enviar as suas propostas (20.000 e 40.000 carateres) até dia 31 de julho, focando preferencialmente os seguintes temas:
- A experiência direta da Guerra representada pelos artistas na sua obra
- Práticas artísticas ativistas em redor dos processos migratórios
- Migração e Transferência Cultural
- Manifestações estéticas de contextos e temas de guerra
- Migração e Arte: Estudos de Caso
Os textos devem ser enviados para este endereço de email, obedecendo às normas e regras estabelecidas no documento da chamada para textos. Mais informação sobre o projeto “Arte numa Perspetiva Global” pode ser encontrada aqui.

 

Chamada para Artigos: Revista Interdisciplinar da Mobilidade Humana #47, “O protagonismo dos/das migrantes”

A publicação brasileira Revista Interdisciplinar da Mobilidade Humana (REMHU) anunciou que o seu número 47, a sair no segundo semestre deste ano, incluirá um dossier temático intitulado “O protagonismo dos/das migrantes”, cujo objetivo é “debater os temas da agência, da resiliência do/a migrante, a relação entre sujeição e subjetivização no percurso migratório”. Para esta secção, a REMHU lançou uma chamada para artigos que termina no dia 30 de junho de 2016. As propostas deverão ser enviadas através do site da revista, sob a forma de artigo integral com máximo de 45 mil caracteres (incluindo espaços). A Revista Interdisciplinar da Mobilidade Humana é uma edição do CSEM, Centro Scalabriniano de Estudos Migratórios, instituição filantrópica ligada à Congregação das Irmãs Missionárias de São Carlos Borromeo Scalabrinianas e sediada em Brasília. Mais informações podem ser encontradas aqui.

 

Chamada para Artigos: Cadernos OBMigra – “Brasileiras e brasileiros no exterior: passado, presente e perspectivas futuras”

Os Cadernos do OBMigra – Revista de Migrações Internacionais são uma publicação periódica editada pelo Observatório das Migrações Internacionais brasileiro, tendo definido para o próximo número da revista a inclusão de um dossier temático intitulado “Brasileiras e brasileiros no exterior: passado, presente e perspectivas futuras”. Este número pretende reunir contributos de investigadores que trabalharam ou trabalham sobre a emigração brasileira, principalmente sobre as vagas migratórias que a partir da década de oitenta tiveram como destino os Estados Unidos, Europa, Japão e as áreas de fronteira, bem como sobre a imigração de retorno que se registou a partir de 2007, associada à crise económica internacional. Os interessados em contribuir para este dossier temático deverão enviar as suas propostas até dia 30 de junho seguindo as instruções e normas constantes na respetiva página do OBMigra. Mais informações podem ser encontradas aqui.

 

 

Novos Relatórios:


Relatório: “Measuring well-governed migration: The 2016 Migration Governance Index”

A Organização Internacional para as Migrações e o jornal The Economist disponibilizaram um documento elaborado pelo Economist Intelligence Unit – a unidade de investigação deste grupo editorial – que apresenta um Índice de Políticas de Governação na área das Migrações. Este instrumento, denominado Migration Governance Index (MGI), proporciona um enquadramento que permite avaliar o progresso das políticas nacionais relativas ao fenómeno migratório, bem como comparar de forma sistemática estas políticas nos diversos países. O MGI leva em conta o enquadramento institucional de determinado país em relação a diversas áreas fundamentais, incluindo a capacidade institucional, os direitos dos migrantes, o contexto laboral, económico e de investimento, a gestão das migrações e as parcerias. Nesta fase-piloto, o MGI foi aplicado a quinze países: Bahrein, Bangladesh, Canadá, Costa Rica, Alemanha, Gana, Itália, México, Moldávia, Marrocos, Filipinas, África do Sul, Coreia do Sul, Suécia e Turquia. O documento está disponível neste link em acesso livre.

 

World Migration Report 2015: “Migrants and Cities: New Partnerships to Manage Mobility”

A Organização Internacional para as Migrações disponibilizou em acesso livre o seu último relatório sobre migrações mundiais, referente ao ano de 2015, que recebe o título “Migrants and Cities: New Partnerships to Manage Mobility”. Esta edição do “World Migration Report” explora as formas pelas quais a migração e os migrantes influenciam e moldam a vida nas cidades contemporâneas, analisando em simultâneo o modo como as cidades, os seus habitantes, organizações e regras determinam várias facetas das vidas dos migrantes. Este foco na dimensão urbana do fenómeno migratório surge numa altura em que um em cada cinco migrantes vive numa das 20 maiores cidades do mundo, sendo que em muitas dessas cidades mais de um terço da população é constituído por migrantes. O documento foi elaborado por June J.H. Lee e Lorenzo Guadagno, e contou ainda, na vertente de investigação, com os contributos de Ann-Christin Wagner, Sansae Cho e Yuka Takehana. A versão digital do relatório está disponível em Inglês, Francês e Espanhol na página respetiva do site da OIM, existindo ainda uma versão em papel que pode ser encomendada online. Mais informações podem ser encontradas aqui.

 

Relatório Comissão Europeia: “Research on Migration - Facing Realities and Maximising Opportunities”

Russell King e Aija Lulle, investigadores da Universidade de Sussex, são os autores de um relatório produzido sob solicitação da Direção-Geral da Investigação e da Inovação da Comissão Europeia, e que já se encontra online em acesso livre. Neste documento, os autores fazem uma análise abrangente da investigação socio-económica já realizada ou em curso na União Europeia, tendo como objeto de estudo o fenómeno migratório. Mais concretamente, são analisados os projetos inseridos no 7º Programa-Quadro de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (2007-2013) da Comissão Europeia, abarcando 6 projetos cujo eixo central é precisamente o tema das migrações (EUMAGINE, MAFE, SOM, TRANS-NET, EURA-NET e TEMPER) e 11 projetos que, embora de âmbito mais abrangente, lidam direta ou indiretamente com esta temática. Através de uma perspetiva comparada das várias linhas de investigação postas em marcha nos últimos anos, a Comissão Europeia espera informar os projetos que neste quadrante se desenvolverão ao abrigo do Horizonte 2020, o Programa-Quadro de Investigação e Inovação para o período 2014-2020. O relatório “Research on Migration” pode ser encontrado neste link.