Gomes, Natália

Natália Gomes licenciou-se em Sociologia na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa em 2001. Tem mestrado em Comunicação, Cultura e Tecnologias da Informação no ISCTE-Instituto Universitário, com a tese “Palcos sem Fronteiras: Trajetórias Profissionais de Imigrantes nas Artes Performativas em Portugal”. Foi colaboradora do Observatório das Atividades Culturais, tendo participado em diferentes projetos de investigação na área da sociologia da cultura e das artes. Integra a equipa do Observatório das Migrações desde 2013.

 

Domínio de investigação
Migrações; Imigração em Portugal; Sociologia da Arte e da Cultura.

 

Algumas publicações
Oliveira, C. R. (coord.) e Gomes, N. (2016), Indicadores de Integração de Imigrantes: Relatório Estatístico Anual 2016, Coleção Imigração em Números do Observatório das Migrações, Lisboa, ACM.

Oliveira, C. R. (coord.) e Gomes, N. (2015), Estatísticas de Bolso, Coleção Imigração em Números do Observatório das Migrações, Lisboa, ACM.

Oliveira, C. R. (coord.) e Gomes, N. (2014), Monitorizar a Integração de Imigrantes em Portugal: Relatório Estatístico Decenal, Coleção Imigração em Números do Observatório das Migrações, Lisboa, ACM.

Gomes, N., Nico, M. e Rosado, R. (2008), Artistas Imigrantes em Portugal. Mobilidade Geográfica e Trajetórias Profissionais: ossos do ofício artístico, Atas do VI Congresso Português de Sociologia, Lisboa, APS.

Nico, M., Gomes, N., Rosado, R. e Duarte, S. (2007), Licença para criar: Imigrantes nas Artes em Portugal, Estudo 23 da Coleção Estudos OI, Observatório da Imigração, Lisboa, ACIDI.

Gomes, R. T., Lourenço, V. e Martinho, T.D. (2006), Entidades Culturais e Artísticas em Portugal, Documentos de Trabalho nº8, Lisboa, Observatório das Atividades Culturais (colaboração de Natália Gomes).

Lourenço, V. e Gomes, R.T. (2005), O Festival Estoril Jazz. Construção de uma Imagem de Marca, Documentos de Trabalho nº4, Lisboa, Observatório das Atividades Culturais (colaboração de Natália Gomes).

Duarte, S. e Gomes N. (2005), “Mulheres, Artistas, Imigrantes - Passos em volta…”, in AA.VV, Imigração e Etnicidade: Vivências e Trajetórias de Mulheres em Portugal, Lisboa, SOS Racismo.

 

E-mail
natalia.gomes @ acm.gov.pt

 


Matias, Ana Raquel

Ana Raquel Matias é Investigadora no Centro de Investigações e Estudos de Sociologia do ISCTE-IUL. Concluiu a sua Licenciatura em Sociologia no ISCTE em 2003. A sua tese de doutoramento, que desenvolveu entre 2007 e 2013, intitula-se "Self-reported bilingual outcomes and language acculturation among descendants of Turkish immigrants in France, Germany and the Netherlands". Atualmente, desenvolve a sua atividade de investigação no âmbito do projeto "Desafios Educativos na Europa do Sul. Equidade e Eficiência em tempos de crise".


Domínio de investigação
Migração, Etnicidade, Diversidade Linguística e Transmissão de Língua


Algumas publicações
Matias, A.R.; Oliveira, N. & Ortiz, A. (2016), Implementing training in Portuguese for speakers of other languages in Portugal: the case of adult immigrants with little or no schooling, Language and Intercultural Communication, 16 (1), pp. 99-116.

Schneider, Fokkema, Matias, Stojčić, Ugrina & Vera-Larrucea (2012), "Identities: Urban belonging and intercultural relations", in M. Crul, J. Schneider, F. Lelie (eds.), The European Second Generation Compared Does the Integration Context Matter?. Amesterdão: Amsterdam University Press, pp. 285-340

Machado, F.L.; Abranches, M.; Matias, A.R.; Sofia L. (2009), "Where is African immigration in Portugal going? Sedentarisation, generations and trajectories", in Guerreiro, M.D.; Torres, A.; Capucha, L. (orgs.), Welfare and Everyday Life, (Portugal in the European Context, vol. III, Lisboa: Celta Editora, pp. 185-205

Machado, F.L.; Azevedo, J.; Matias, A.R. (2009), Bibliografia e Filmografia sobre Imigração e Minorias Étnicas em Portugal (2000/2008), Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.

Wall, K.; Nunes, C.; Matias, A. R. (2008), "Mulheres Imigrantes e Novas Trajectórias de Migração: um croché transnacional de serviços e cuidados no feminino", in Villaverde Cabral, M.; Wall, K.; Aboim, S.; Carreira da Silva, F. (Eds.), Itinerários. A investigação nos 25 anos do ICS, Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais.


Página institucional
https://ciencia.iscte-iul.pt/authors/ana-raquel-matias/cv
http://www.ces.uc.pt/investigadores/index.php?action=bio&id_investigador=820


E-mail
raquel_matias @ hotmail.com


Oliveira, Francine

Francine Oliveira é investigadora do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS) da Universidade do Minho. É licenciada em Filosofia pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP - Brasil), e mestre em Ciências da Comunicação, com especialização em Informação e Jornalismo. Em julho de 2016 defendeu a sua tese de doutoramento em Ciências da Comunicação na Universidade do Minho, apresentando a dissertação "Perspetivas sobre a Diversidade Cultural: Vivências, Discursos e Representações da Interculturalidade". Colabora na Unidade de Supervisão da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), e é Revisora Ad Hoc e Parecerista da Revista De Jure, do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional do Ministério Público do Estado de Minas (Brasil).


Domínio de investigação
Diversidade cultural; Comunicação intercultural


Algumas publicações
Oliveira, F., e R. Cabecinhas (2012), "Representações e vivências da interculturalidade: grupos de discussão com jovens em Portugal", in Actas do VII Congresso SOPCOM - Associação Portuguesa de Ciências da Comunicação, Porto: SOPCOM, pp. 2724-2741

Oliveira, F., R. Cabecinhas e I. Ferin-Cunha (2011), "Retratos da mulher brasileira nas revistas portuguesas", in Actas do VII Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura, Salvador da Bahia: UFBA.


E-mail
francine.rdeoliveira @ gmail.com


Campos, Joana

Joana Campos concluiu em 1996 a Licenciatura em Sociologia pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (FCSH-UNL). Desde então tem vindo a desenvolver projectos e actividades de investigação científica no Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES) do ISCTE. Neste contexto, desenvolveu recentemente atividade científica no âmbito dos projetos "Estratégias de Intervenção Socioeducativa em Contextos Sociais Complexos" e "Observatório de Segurança Escolar".


Domínios de investigação
Sociologia da Educação


Algumas publicações
Sebastião, João, Joana Campos, Sara Merlini e Mafalda Chambino (2013), "Educational policies, territories and actors strategies", Italian Journal of Sociology of Education, Vol.5, Nº 2, pp. 110-132.

Sebastião, João, Joana Campos, Sara Merlini e Mafalda Chambino (2013), "Redes (Des)Conexas de Intervenção Local na Violência infanto-Juvenil", Mediações - Revista (Brasileira) de Ciências Sociais, v. 18, n. 1, pp. 164-182.

Paula, Eunice e Joana Campos (2011), "História de vida: relação entre as vivências pessoais e profissionais na configuração das concepções e práticas em educação de infância", Interacções, nº 18, pp 24-53.

Sebastião, João, Mariana Gaio Alves e Joana Campos (2010), "Violência na escola e sociedade de risco: uma aproximação ao caso português", in Violência na Escola. Tendências, Contextos, Olhares, Chamusca, Edições Cosmos, Escola Superior de Educação de Santarém (ESES), pp. 15-41^

Reis, P. (coord.) E. Linhares, F. Costa, H. Luís, J. Campos, M. Alves e M. Figueiredo (2008). "Relatório de Avaliação do Programa KidSmart - Early Learning Program", Santarém e Lisboa: Escola Superior de Educação de Santarém/DGIDC-Ministério da Educação.

Roldão, M.C., M. Alves e J. Campos (2008) Relatório do Estudo Curricular da Medida PIEF (Programas Integrados de Educação e Formação), Lisboa: PETI.

Campos, J. (eds.) (2008) "Prática Profissional de Professores: centralidade da reflexão nos processos de supervisão", Interacções, 8, 1-5.

Sebastião, J.; Alves, M.G.; Campos, J. (2003), "A violência na escola: das políticas aos quotidianos", Sociologia, Problemas e Práticas, 41, CIES-ISCTE, Oeiras, Celta Editora, pp. 37-62.


Página institucional
http://www.cies.iscte.pt/investigadores/ficha.jsp?pkid=29


Endereço de e-mail
jcampos @ eselx.ipl.pt

Piteira, Carlos Manuel

Carlos Manuel Piteira é Professor Auxiliar no ISCSP da Universidade de Lisboa, onde se doutorou em Ciências Sociais, na especialidade de Antropologia Cultural. Nessa mesma instituição, integra o Instituto do Oriente na qualidade de investigador.


Domínio de investigação
Antropologia Económica, do Trabalho e das Organizações, Etnicidade e Identidades, Sudeste Asiático.


Publicações
Piteira, C.M. (2010) A Questão Identitária em Contextos de Mudança Social (Pressupostos para um Modelo de Análise: O Caso dos Macaenses). Daxiyangguo - Revista Portuguesa de Estudos Asiáticos, 15, pp. 107-175

Piteira, C.M. (2008). A Dádiva nas Sociedades Contemporâneas.  Lisboa: ISCSP/UTL.

Piteira, C.M. (2004) “Macau terra de migrações”, Estudos sobre a China, nº 7, vol II, pp. 691-720, Lisboa: ISCSP-UTL.

Piteira, C.M. (2000) “A “Comunidade Macaense” face à transição do território de Macau para a República Popular da China”, Estudos sobre a China, nº 2, pp. 65-93, Lisboa: ISCSP-UTL.

Piteira, C.M. (1999) Mudanças Socioculturais em Macau: A questão étnica do Macaense, Lisboa, ISCSP/UTL.


E-mail
cpiteira @ iscsp.ulisboa.pt