6. Oportunidades para investigadores #26

Imagem em Destaque
6. Oportunidades para investigadores #26

Chamadas para artigos científicos:

 
Chamada para artigos científicos: Revista Migrações do OM, Número Temático “Afrodescendentes em Portugal”: O Observatório das Migrações tem aberto até ao dia 21 de maio de 2018 (Dia Mundial para a Diversidade Cultural para o Diálogo e o Desenvolvimento), um período para apresentação de artigos científicos para a Revista Migrações, dedicada ao tema "Afrodescendentes em Portugal", para assinalar a Década Internacional dos Afrodescendentes 2015-2024". Os interessados devem propor artigos originais sobre um dos seguintes subtemas ou dimensões de estudo:
- Afrodescendentes, racismo e discriminação de base racial e étnica
- Afrodescendentes: conceitos, categorias e dimensões analíticas
- Afrodescendentes na História
- Afrodescendentes em Portugal e o estado da arte: o que sabemos e o que desconhecemos?
- Desafios com categorias raciais e étnicas e dilemas estatísticos?
- Afrodescendentes e integração escolar
- Afrodescendentes e integração no mercado de trabalho
- Afrodescendentes, habitação e condições de vida
- Afrodescendentes e saúde
- Afrodescendentes, direitos políticos e integração política
- Afrodescendentes no quadro jurídico e dos direitos humanos
- Afrodescendentes, nacionalidade e cidadania
- Afrodescendentes, associativismo, ativismo e o papel da sociedade civil
- Afrodescendentes, criminalidade e justiça
- Afrodescendentes e as questões de género
- Afrodescendentes nos media e perceções sociais
O edital deste call encontra-se disponível aqui. Os interessados deverão conhecer ainda as regras de apresentação de artigos da Revista Migrações em http://www.om.acm.gov.pt/-/apresentacao-de-originais  

 


Candidaturas: “ Edição de Teses de Mestrado e Doutoramento (Coleção Teses OM)”: No âmbito da edição de Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento da coleção TESES do OM, encontra-se disponível online o edital em vigor para 2018. As obras candidatas deverão enquadrar-se numa das seguintes áreas temáticas prioritárias:
- Discriminação de base racial e étnica
- Refugiados
- Imigração e saúde
- Imigração e envelhecimento
- Imigração e línguas
- Descendentes de imigrantes
- Mulheres imigrantes
- Imigração e diversidade religiosa
Mais informações disponíveis aqui
 

3.ª Chamada para artigos: “Revista da Associação Portuguesa de Estudos Europeus”
Encontra-se aberto até ao dia 15 de março de 2018, o 3.º Call for Papers da Análise Europeia - Revista da Associação Portuguesa de Estudos Europeus. Entre as áreas temáticas em que é possível candidatar artigos encontra-se o tema da "Demografia e Movimentos Migratórios na Europa". Todos os artigos devem ser originais e oferecer um contributo relevante para o conhecimento na área dos Estudos Europeus. Os artigos não devem ultrapassar os 50 000 carateres (sem espaços) e devem respeitar as normas de publicação, podendo ser redigidos em português ou inglês. A submissão de artigos é gratuita, sendo a sua seleção baseada em critérios científicos, de acordo com o Processo de Revisão por Pares.
Mais informações podem ser consultadas aqui e/ou solicitadas através do seguinte endereço.

 


Chamada para artigos: REMHU 53, “Hostilidade contra os migrantes”
No âmbito da publicação do n. 53 da revista REMHU (Revista Interdisciplinar da Mobilidade Humana), a ser publicada em agosto de 2018, com um dossier subordinado ao tema “Hostilidade contra os Imigrantes”, onde as temáticas da xenofobia, racismo, intolerância religiosa e outras causas da violência contra o outro, constituem algumas das temáticas a serem abordadas, está aberto, até ao dia 15 de abril de 2018, para a Secção Artigos, um período para submissão de artigos científicos, referente a qualquer tema relacionado com as migrações nacionais e internacionais. “Os artigos podem ser escritos em português, italiano, inglês ou espanhol e devem ser submetidos diretamente no site da revista. Os artigos deverão ter entre 35 e 45 mil carateres com espaço, incluindo um abstract e 3/5 palavras chave em inglês, devendo ser consultadas todas as normas bibliográficas e demais informações que devem ser adotadas pelos autores, no site da REMHU ou no site da Coleção SciELO. Em alternativa poderão ser solicitadas informações através do seguinte endereço.
Para o número 54 da revista, a ser publicado em dezembro de 2018, com um dossier temático subordinado ao tema “Migrações no continente africano”, o prazo para entrega de artigos é o 15 de agosto de 2018.

 

Chamada para comunicações: “How can Science and Technology Studies help to reflect on the political crisis associated with refugees and asylum seekers?
No âmbito do workshop “How can Science and Technology Studies help to reflect on the political crisis associated with refugees and asylum seekers?”, da iniciativa do EXCHANGE project (Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade [CECS], Universidade do Minho), e do ITM group (Centro de Estudos Sociais [CES], Universidade de Coimbra), com o apoio da European Association for the Study of Science and Technology (EASST),  a ter lugar de 26 a 28 de setembro de 2018, no CES, em Coimbra, está aberto um período para submissão de comunicações, até ao dia 15 de abril de 2018. O workshop tem como objeto de estudo a crise política atual associada aos refugiados / requerentes de asilo / migrantes forçados, visando questionar como as abordagens dos Estudos da Ciência e da Tecnologia podem contribuir para a compreensão dos aspetos sociotécnicos e epistémicos da imigração forçada e deslocamento, (re)integração, reinstalação, e debates e práticas relacionados. Com base nos compromissos empíricos orientados para a prática e repertórios conceituais do campo, vários desenvolvimentos e configurações se prestaram a importantes Estudos da Ciência e da Tecnologia (por exemplo, Boswell 2012; Broeders 2007; Jacobsen 2017; M'Charek 2017; Tazzioli 2017; van der Ploeg, 1999 ). Pretende-se, assim, reunir contributos que façam uso das teorias e problemáticas dos Estudos de Ciência e da Tecnologia e que possam incluir os seguintes temas:
- tecnologias de vigilância fronteiriça e estatal: gestão da mobilidade dos refugiados;
- objetos, infraestruturas e espaços: como as classificações e os padrões preveem protocolos sem atritos, ao passo que resultam em sofrimento humano;
- tecnologias digitais entre requerentes de asilo e redes de transporte: capacitação moral e política;
- controvérsias sociotécnicas em torno de sistemas e fórmulas concebidos para a distribuição de requerentes de asilo pela Europa;
- formas locais de fazer política à margem da democracia (por exemplo, ações organizadas por refugiados em acampamentos informais ou centros de detenção);
- questões de exclusão e ordens de visibilidade: explorar criticamente o posicionamento de refugiados não reconhecidos como pessoas de direito próprio em arranjos sociotécnicos;
Os interessados em submeter comunicações deverão consultar os respetivos requisitos, bem como aceder ao formulário disponível para o efeito, podendo, ainda, solicitar informações junto deste ou deste e-mail.

 

Chamada para comunicações: “International Metropolis Conference 2018”
No âmbito da Conferência Internacional Metropolis 2018, dedicada ao tema "Global migration in turbulent times", a ter lugar de 29 de outubro a 2 de novembro de 2018, em Sydney, na Austrália, está aberto um período para submissão de comunicações, até ao dia 30 de abril de 2018. No âmbito do grande tema da conferência, serão focados os seguintes subtemas:
- Enterprise, Innovation and Employment – catalysts for social change?;
- Migration and Mobility – the dynamic shifts in the Asia-Pacific region;
- Displacement and asylum – new dimensions driving an old phenomenon;
- Visible and powerful – migrant voices in a connected world;
- Conflicting agendas? National, local, regional and global responses to the governance of migration;
- Religious diversity – a bridge or a barrier to belonging?;
- Migration and inequality – complex challenges under the microscope;
- Australia a multicultural paradise – myths and realities;

A conferência, que reunirá líderes e especialistas de todo o mundo, pretende constituir uma oportunidade de partilha e de reflexão em torno das temáticas da imigração, da integração e da diversidade, e a sua relação com as tendências políticas, económicas e sociais a nível local, regional e global. Todos os requisitos de submissão de comunicações encontram-se disponíveis aqui, podendo ser solicitadas informações adicionais através deste endereço.

 

Inscrições para Conferências:


Inscrições abertas: “14th Migration Summer School”
O Migration Policy Centre (MPC) tem aberto, até ao dia 2 de abril de 2018, um período de inscrições para a edição 2018 da Migration Summer School,  que decorrerá de 25 de junho a 6 de julho de 2018, no European University Institute, em Florença (Itália). A iniciativa dirige-se a académicos e profissionais, com vista a criar intercâmbio entre estudantes pós-graduados, funcionários públicos, profissionais de organizações internacionais, colaboradores de ONG’s, jornalistas, analistas de política e docentes de todo o mundo.
As candidaturas a esta edição do Migration Summer School devem ter em conta os seguintes critérios:
- Ser detentor de um mestrado relevante ou experiência equivalente;
- Ter uma considerável experiência profissional e/ou de investigação na área das migrações internacionais;
- Ter um excelente conhecimento prático de inglês (falado e escrito)
- Ter disponibilidade para assistir a todas as componentes letivas do programa de ensino;
Mais informações sobre o processo de candidatura a esta edição do Migration Summer School podem ser encontradas aqui ou solicitadas através deste endereço


Inscrições abertas: “The Migration Conference 2018”: A Universidade de Lisboa promove, entre 26 e 28 de junho, em Lisboa, a Conferência Migrações 2018. A Conferência pretende constituir um fórum de discussão entre peritos, jovens investigadores, estudantes, profissionais e decisores políticos na área das migrações, integrando cerca de 100 sessões paralelas centradas nas migrações, populações migrantes, diásporas, políticas de imigração, bem como sobre os não migrantes e o maior impacto da mobilidade humana. O programa científico da conferência incluirá debates, apresentações orais, apresentações de posters e workshops, contando entre os principais convidados, com a participação de Douglas Massey, Saskia Sassen, Oded Stark, Giuseppe Sciortino, Caroline Brettell, Barry Chiswick e Karen Phalet. O encontro que constitui a 6.ª edição das The Migration Conferences (TMC) é coorganizado pelo Ibrahim Sirkeci (Universidade Regente), Jeffrey Cohen (Universidade Estadual de Ohio), Philip Martin (Universidade da Califórnia, Davis), Gudrun Biffl (Universidade do Danúbio, Krems), contando em Portugal com o ISEG, Universidade de Lisboa (João Peixoto) e o IGOT, Universidade de Lisboa (Maria Lucinda Fonseca), como entidades anfitriãs. Os interessados em participar na conferência deverão inscrever-se a partir do dia 15 de abril neste endereço
Mais informações sobre a conferência disponíveis aqui.