Os novos portugueses no poder local

Os novos portugueses no poder local

19 de setembro de 2017
DIana Soares / Lusa / RR

Vêm de Cabo Verde, da Bélgica, do Bangladesh, do Dubai, da Polónia e do Brasil. Por todo o país, há candidatos às eleições autárquicas que são oriundos de outras nações e que pretendem “emprestar” multiculturalidade às autarquias portuguesas.
Mário de Carvalho veio de Cabo Verde para a Amadora em 1991, para estudar Ciência Política e Direito. Desde cedo envolveu-se no movimento associativo, tanto no meio académico como entre a comunidade do seu país de origem, fazendo parte da direcção da Associação Cabo-verdiana de Lisboa. A chegada à política foi, por isso, um caminho natural.