Sampaio, Dora

Dora Sampaio é investigadora de pós-doutoramento no Max Planck para o Estudo da Diversidade Étnica e Religiosa (MPI-MPG), e investigadora afiliada no Sussex Centre for Migration Research e rede MIGRARE (Migrações, Espaços e Sociedade) do Centro de Estudos Geograficos da Universidade de Lisboa. É doutorada em Geografia Humana (Estudos de Migrações) pela Universidade de Sussex.


Domínios de investigação
Migrações internacionais; Estudos de envelhecimento; Transnacionalismo; Mundo Lusófono.  

 

Algumas publicações

Sampaio, Dora, King, Russell and Walsh, Katie (2018) [Introduction] Geographies of the ageing-migration nexus: Area. (Accepted)

Sampaio, Dora (2018) A place to grow older… alone? Living and ageing as a single older lifestyle migrant in the Azores. Area. https://doi.org/10.1111/area.12414

Sampaio, Dora (2017) Ageing ‘here’ or ‘there’? Spatio-temporalities in older labour migrants’ return aspirations from the azores. Finisterra, 52 (106). pp. 49-64.

Sampaio, Dora and Carvalho, Rui F (2017) From the Al-Maghrib to the Al-Gharb: an anatomy of the recruitment and labour incorporation of Moroccan agricultural workers in the Algarve, Southern Portugal. In: Corrado, Alessandra, De Castro, Carlos and Perrotta, Domenico (eds.) Migration and agriculture: mobility and change in the Mediterranean area. Routledge ISS studies in rural livelihoods (15). Routledge, London, pp. 231-246.

King, Russell, Lulle, Aija, Sampaio, Dora and Vullnetari, Julie (2016) Unpacking the ageing–migration nexus and challenging the vulnerability trope. Journal of Ethnic and Migration Studies, 43 (2). pp. 182-198.

Esteves, A. and Sampaio, D. (2013) 'Language proficiency among immigrants and the establishment of interethnic relations: a comparative analysis of Bilbao, Lisbon and Rotterdam'. Finisterra, XLVIII (96). pp. 65-88.

Fonseca, Maria Lucinda, McGarrigle, Jennifer, Esteves, Alina, Sampaio, Dora, Carvalho, Rui, Malheiros, Jorge and Moreno, Luis (2012) Modes of inter-ethnic coexistence in three neighbourhoods in the Lisbon Metropolitan Area: a comparative perspective. Colibri / Centro de Estudos Geográficos, Lisbon.

 

Página institucional
http://www.mmg.mpg.de/departments/max-planck-research-group-ageing-in-a-time-of-mobility/dr-dora-sampaio/


Email

sampaio@mmg.mpg.de; doramsampaio@gmail.com


Lopes, Daniel Seabra

Daniel Alexandre Seabra Lopes é doutorado em Antropologia Cultural e Social (Universidade Nova de Lisboa), tendo defendido a dissertação "Deriva Cigana. Uma Etnografia Impressionista" em Março de 2007. Mais recentemente, obteve o grau de doutor em Sociologia Económica e das Organizações (Universidade de Lisboa, 2018).
É investigador no CSG-SOCIUS e professor auxiliar convidado no Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa. Tem colaborado em vários projectos de investigação, entre os quais o projecto "Key factors for success and continuity of schooling paths of Gypsies: individuals, families and public policy" (2014-2016).


Domínio de investigação
Antropologia Económica; Antropologia do Dinheiro; Social Studies of Finance; Sociologia Económica; Minorias Étnicas (Ciganos); Rituais; Etnografia Organizacional.



Algumas publicações
Lopes, D.S. (2013). "Introversão e derivas: ao encontro dos ciganos de Lisboa", in Mendes e Magano (eds.), Ciganos Portugueses: Olhares Plurais e Novos Desafios numa Sociedade em Transição. Lisboa: Mundos Sociais, pp. 175 - 189.

Lopes, D.S. (2012). "Improvisations de l'identité: les enjeux du genre et de la sexualité chez les tsiganes de Lisbonne", in Doppelbauer, Kremnitz & Stiehler (eds.), In Die Sprache der Roma in der Romania / Les langues des Rroms / Las lenguas de los gitanos. Viena: Praesens, pp. 150 - 164.

Lopes, D.S. (2010). "Retrospective and prospective forms of ritual: suggestions of social transformation in a Portuguese gypsy community", Anthropological Quarterly 83, 4: 121 - 151.

Lopes, D.S. (2009). "Portrait obsession: reproducing gypsy identity through photographs", Visual Antropology 22, 5: 412 - 434.

Lopes, D.S. (2008). Deriva Cigana. Um Estudo Etnográfico sobre os Ciganos de Lisboa. Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais.

Lopes, D.S. e A.M. Magalhães (2007). «Desafio ao pensamento económico. Teorizações antropológicas da pobreza e etnografias ciganas», in Uribe, J.M. (org.), En-clave Ibérica: Vecinos, Caminos y Mudanzas Culturales. Pamplona: Universidad Pública de Navarra, pp. 97-122.

Lopes, D.S. (2006). ”O impacte do Rendimento Social de Inserção na comunidade cigana de um bairro de Lisboa. Uma perspectiva etnográfica”, in Cruz, F. (ed.), Investigação e Desenvolvimento Sócio-cultural. Póvoa de Varzim: Agir – Associação para a Investigação e Desenvolvimento Sócio-cultural, (publicação em formato CD-ROM)

Lopes, D.S. (2006). “Mercados encobertos: os ciganos de Lisboa e a venda ambulante”. Etnográfica, X, 2, pp. 319-336

Lopes, D.S. (2003). "Ciganos, conflitualidade e violência" in Branco, J.F. e Afonso, A.I. (ed.), Retóricas sem fronteiras 2 / Violências. Oeiras: Celta Editora.


Página institucional
http://pascal.iseg.utl.pt/~socius/socius/fichas_membros/Daniel.Seabra.Lopes.shtml


E-mail
dseabralopes @ gmail.com


Castro, Alexandra

Alexandra Castro tem um mestrado em Sociologia e desenvolveu o doutoramento em Antropologia Urbana, publicando em 2013 a tese “Na luta pelos bons lugares. Visibilidade social e controvérsias espaciais”.. É desde 2004 investigadora do Centro de Estudos Territoriais do ISCTE-IUL e posteriormente do Dinâmcia-CET.
Participou, entre outros, em projectos de investigação como os seguintes: “Ciganos e territórios: mobilidade e sedentarização no contexto urbano português”; “Estudo sobre qualidade de vida e expectativas da população residente em meio urbano e rural no concelho de Palmela”; “Património urbano, espaço público e protagonismo das cidades. As Metrópoles de Lisboa e Porto no dealbar do século XXI”, “Condição social, ambiente urbano e qualidade de vida. Observação prospetiva da cidade-metrópole de Lisboa”.


Algumas publicações
Castro, A. (2013). Na luta pelos bons lugares: ciganos, visibilidade social e controvérsias espaciais. Lisboa: ISCTE-IUL.

Castro, A. (2008). "A integração dos imigrantes de Leste em Portugal: contributos para a sua análise". Cidades, 17, pp. 63-86.

Castro, A. (2007). "Dos contextos locais à inviabilização política. Discussão em torno dos ciclos de exclusão habitacional dos ciganos em Portugal". Cidades, 15, pp. 63-86.

Castro, A. (2004). "Ciganos e itinerância: realidades concelhias e formas de hospitalidade". Cidades, 9, pp. 55-70.

Castro, A., Duarte, I., Afonso, J., Sousa M., Antunes, M. S. & Antunes, M. J. L. (2001). "Os ciganos vistos pelos outros: coexistência inter-étnica em espaços urbanos". Cidades, 2, pp. 73-84.

Castro, A. (1995). "Le relogement des Tsiganes au Portugal: un cas de redéfinition des identités". Études Tsiganes, 13, pp. 35-44.


Página institucional
http://dinamiacet.iscte-iul.pt/


E-mail
castro.alexandra @ gmail.com

 


Peixoto, João

João Peixoto é professor associado com agregação no Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade Técnica de Lisboa (ISEG-UTL), onde se doutorou em 1998 em Sociologia Económica e das Organizações, com a dissertação “As Migrações dos Quadros Altamente Qualificados em Portugal - Fluxos Migratórios Inter-Regionais e Internacionais e Mobilidade Intra-Organizacional”.
É investigador do SOCIUS - Centro de Investigação em Sociologia Económica e das Organizações, ISEG/UTL, desde 1991. Da sua atividade de investigação salienta-se, por exemplo, a coordenação do projecto “Mulheres Migrantes: Percursos Laborais e Modos de Inserção Socioeconómica das Imigrantes em Portugal”, financiado pela FCT/CIDM, no período 2004-2005. É referee das revistas International Migration e Journal of Ethnic and Migration Studies.


Domínios de investigação
Migrações internacionais; demografia; sociologia económica


Algumas publicações
Oliveira, C. R.; PEIXOTO, J. e Góis, P. (2017), “A nova crise dos refugiados na Europa: o modelo de repulsão-atração revisitado e os desafios para as políticas migratórias”, in Revista Brasileira de Estudos de População (REBEP), volume 34, n.1,  ABEP: Belo Horizonte, pp. 73-98.

Peixoto, J. & Iorio, J. (2011), Crise, Imigração e Mercado de Trabalho em Portugal: retorno, regulação ou resistência?. Lisboa: Principia / Fundação Calouste Gulbenkian

Peixoto, J. (2009), “New migrations in Portugal: labour markets, smuggling and gender segmentation”, International Migration, 47 (3), pp. 185-210

Abreu, A. & Peixoto, J. (2009) “Demografia, Mercado de Trabalho e Imigração de Substituição: Tendência, Políticas e Prospectiva no Caso Português”, Análise Social, XIV (193). 719-746, 2009.

Faustino, H.C. (coord.), Peixoto, J. e Baptista, P. (2009), As Características da Imigração em Portugal e os seus Efeitos no Comércio Bilateral. Lisboa: Observatório da Imigração – Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural

Kolarova, M. e Peixoto, J. (2009) Sindicatos e Imigração em Portugal. Lisboa: Observatório da Imigração – Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural

Peixoto, J. e Abreu, A. (2009) “Portugal”, in Honekopp, E. and Mattila, H. (eds.), Permanent or Circular Migration? Policy Options to Address Demographic Decline and Labour Shortages in Europe. Budapeste: International Organization for Migration

Peixoto, J. (2007) “Dinâmicas e regimes migratórios: o caso das migrações internacionais em Portugal”, Análise Social, XLII - 2º (183), pp. 445-469

Peixoto, J. (coord.), et al. (2005), O Tráfico de Migrantes em Portugal - Perspectivas Sociológicas, Jurídicas e Políticas. Lisboa: Observatório da Imigração – Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural

Peixoto, J. e Marques, R. (org.) (2003) A Nova Sociologia Económica - Uma Antologia. Oeiras: Celta Editora

Peixoto, J. (2002) "Strong market and weak state: the case of foreign immigration in Portugal", Journal of Ethnic and Migration Studies, 28 (3), pp. 483-497

Peixoto, J., Carrilho, M.J., Branco, R. e Carvalho, R. (2002) "The demographic characteristics of populations with an immigrant background in Portugal", in Werner Haug, Paul Compton e Youssef Courbage (Eds.), The Demographic Characteristics of Immigrant Populations, Strasbourg, Council of Europe Publishing (Populations Studies, nº 38), pp. 363-418.

Peixoto, J. (2001) "Migration and policies in the European Union: highly skilled mobility, free movement of labour and recognition of diplomas", International Migration, 39 (1), pp. 33-61

Peixoto, J. (2001), “Migrações e políticas migratórias na União Europeia: livre circulação e reconhecimento de diplomas”, Análise Social, XXXVI (n.º 158-159), pp. 153-183

Peixoto, J. (1999), A Mobilidade Internacional dos Quadros - Migrações Internacionais, Quadros e Empresas Transnacionais em Portugal. Oeiras: Celta Editora


Página institucional
http://www.iseg.utl.pt/docentes/docentes.php?qual=1017


E-mail
jpeixoto@iseg.ulisboa.pt


Machado, Fernando Luís

Fernando Luís Machado é professor associado e investigador do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia do ISCTE-IUL, instituição onde concluiu em 2001 o Doutoramento em Sociologia com a tese "Contrastes e Continuidades: Migração, Etnicidade e Integração dos Guineenses em Portugal". Foi diretor do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (2006-2014), do Doutoramento em Sociologia do ISCTE-IUL (2011-2014) e Vice-Reitor para a Investigação (2014-2018). Coordenou os projectos “Imigrantes Africanos em Portugal: percursos migratórios, trajectórias sociais e modalidades de integração” e “Médicos da Europa de Leste em Portugal: perfis, trajectos migratórios e integração profissional no contexto do Projecto de Apoio à Profissionalização de Médicos Imigrantes” e a produção do “Levantamento Bibliográfico sobre Imigração e Minorias Étnicas (2000-2008)”.


Domínio de investigação
Migrações e etnicidade; juventude; história e sociologia da sociologia; desigualdades sociais.


Algumas publicações
Machado, F.L. (2012), “Introdução: migrantes idosos e envelhecimento ativo”, Migrações, 10, pp. 13-25

Machado, F.L. e Azevedo, J. (2012), "Le Portugal, Pays Européen à Double Migration de Main-d'oeuvre", in Diogo et al. (orgs.) Les Nouvelles Configurations de la Mobilité Humaine. Fribourg: Academic Press Fribourg, pp. 37-50

Machado, F.L, Roldão, C., & Silva, A. (2011) Vidas Plurais. Estratégias de Integração de Imigrantes Africanos em Portugal. Lisboa: Tinta-da-China

Machado, F.L. & Roldão, C. (2010) Imigrantes Idosos. Uma Nova Face da Imigração em Portugal. Lisboa: ACIDI, 2010

Machado, F.L.; J. Azevedo; A.R. Matias (2009). Levantamento Bibliográfico sobre Imigração e Minorias Étnicas (2000-2008). Lisboa: CIES-ISCTE.

Machado, F.L. (2008), “Filhos de imigrantes africanos no mercado de trabalho: acessos, perfis e trajectos”, Migrações, 2, pp. 121-158.

Machado, F.L., M. Abranches, R. Matias, e S. Leal (2007). "Para onde vai a imigração africana? Sedentarização, gerações e trajectos", in M.D. Guerreiro, A. Torres, e L. Capucha (orgs.), Quotidiano e Qualidade de Vida (Portugal no Contexto Europeu, vol. III), Lisboa: Celta.

Machado, F.L. e M. Abranches (2006), “O capital social externo dos imigrantes – uma análise extensiva e comparativa”, in Vala, J. e Anália Torres (orgs.), Contextos e Atitudes Sociais na Europa, Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais, pp. 251-269.

Machado, F.L. (2006), “Novos portugueses? Parâmetros sociais da identidade nacional dos jovens descendentes de imigrantes africanos”, in Joana Miranda, e Maria Isabel João (org.), Identidades Nacionais em Debate, Lisboa: Celta, pp. 19-46.

Machado, F.L., e M. Abranches (2005), “Caminhos limitados de integração social: trajectórias socioprofissionais de caboverdianos e hindus em Portugal”, Sociologia, Problemas e Práticas, 48, pp. 67-89.

Machado, F.L., A.R. Matias, e S. Leal (2005), “Desigualdades sociais e diferenças culturais: os resultados escolares dos filhos de imigrantes africanos”, Análise Social, 176, pp. 695-714.

Machado, F.L. (2003), “Imigração e imigrantes em Portugal: parâmetros de regulação e cenários de exclusão”, Sociologia, Problemas e Práticas, 41, pp. 183-188.

Machado, F.L. (2003), “Etnicidade e sociabilidades dos guineenses em Portugal”, in Cordeiro, G.I., L.V. Baptista, e A. F. da Costa (orgs.), Etnografias Urbanas. Oeiras: Celta Editora, pp. 131-142.

Machado, F.L. (2002). Contrastes e Continuidades. Migração, Etnicidade e Integração dos Guineenses em Portugal. Oeiras: Celta Editora.


Página institucional
http://www.cies.iscte.pt/investigadores/ficha.jsp?pkid=17&a=-541390488


E-mail
fernando.machado @ iscte.pt