Trabalho da Diretora do OM recebe menção honrosa no Prémio António Dornelas 2022

Imagem em Destaque
Trabalho da Diretora do OM recebe menção honrosa no Prémio António Dornelas 2022

A Diretora do Observatório das Migrações, Catarina Reis Oliveira, e João Peixoto, Professor Catedrático no Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa (ISEG) e investigador do Centro de Investigação em Sociologia Económica e das Organizações (SOCIUS-CSG), foram distinguidos com uma menção honrosa na 6.ª Edição do Prémio António Dornelas, com o trabalho “Why Choose the Inclusionary Path? Social Policy in a Recent Welfare and Immigration Country: The Case of Portugal”, o único trabalho na área das migrações entre os premiados.

Promovido desde 2017 pelo Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, o Prémio António Dornelas destina-se a premiar trabalhos científicos ou técnicos elaborados por estudantes, investigadores e docentes universitários, nas áreas do trabalho, emprego, formação profissional e relações laborais. 

O trabalho distinguido, “Why Choose the Inclusionary Path? Social Policy in a Recent Welfare and Immigration Country: The Case of Portugal” (Oliveira e Peixoto, 2022) teve como ponto de partida os resultados do Immigrant Exclusion from Social Programs Index - IESPI (25 indicadores que aferem o acesso dos imigrantes a sete políticas sociais em 22 países, entre 1990 e 2015). Neste índice Portugal surge destacado no contexto internacional porque é o país que teve a evolução mais rápida e surpreendente (de segundo país com o score mais elevado de exclusão, em 1990, apenas ultrapassado por Malta, passou para o segundo país mais inclusivo a partir de 2010, a seguir à Noruega). Neste trabalho argumenta-se que Portugal é, desde a viragem do século, um dos países mais inclusivos do mundo, tanto na vertente das políticas de proteção social como nas políticas de integração de imigrantes, quando a imigração e o seu impacto na população residente no país mais aumentou. O trabalho caracteriza o regime de proteção social português e a cronologia das políticas sociais desde finais da década de 1970, destacando os fatores explicativos do posicionamento mais inclusivo do país. Considera-se também a história migratória do país, as características da população imigrante e a evolução das políticas de integração, atendendo aos principais resultados e desafios que persistem na inclusão social dos imigrantes em Portugal. O trabalho foi publicado no livro "The Exclusion of Immigrants from Welfare Programs: Cross-National Analysis and Contemporary Developments", editado por Edward A. Koning.

A cerimónia de entrega dos prémios António Dornelas 2022 decorreu no dia 5 de dezembro, pelas 17h30, no Iscte, tendo os prémios sido entregues pela Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, e pelo Secretário de Estado da Segurança Social, Gabriel Bastos.

Saiba mais sobre este Prémio aqui.